Colheita e secagem de ervas medicinais (GUIA)

Quem adora tomar um chá ou cozinhar sabe que é importante ter ervas sempre em casa. Dá para plantar as suas próprias ervas e para não perder a época boa delas, é possível secar para conseguir guardar e tê-las disponíveis sempre que for preciso.

colheita ervas medicinais

 A colheita

As plantas precisam ser colhidas no começo da sua floração, pois é quando possuem o máximo de óleos essenciais antes de florescer. A colheita deve ser feita pela manhã, depois que o orvalho evaporar, preferencialmente em um dia limpo e seco. Isso facilita a secagem da planta, pois quanto menos umidade ela tiver, melhor vai ser.

As plantas em que as flores são utilizadas, como é o caso da camomila, devem ser colhidas no começo da floração para que as flores quando secas não caiam. É preciso cortar os galhos na base da planta para que ela possa brotar novamente.

A secagem

Dá para fazer a secagem separando galho a galho e colocando-as sobre uma superfície plana ou dá para juntar alguns galhos e fazer um ramo de ervas, amarrando a base com um cordão. O ramo é o mais comum e ele não precisa ser grande, pois muitos galhos correm o risco de mofarem.

Depois de amarrar os ramos, deixe-os pendurados para secar. O local tem que ser alto e pode ser colocado em um varal ou um gancho na parede. É importante que não possua muita luz no local para que as ervas não peguem a luz direta do sol.

O local precisa ser bem ventilado, pouco úmido e quente. São essas condições que vão garantir uma boa secagem. O miolo do ramo não pode mofar durante a secagem, por isso fique atento.

Caso você more em um local muito úmido ou frio, a utilização de um aquecedor elétrico vai ajudar a fazer com que a temperatura se torne constante no ambiente.

Há a possibilidade da utilização do forno para secar as plantas, mas essa é uma opção válida apenas para locais muito úmidos e/ou frios. A secagem no forno irá afetar os óleos essenciais, por isso as plantas vão perder a qualidade. No forno comum, a temperatura ideal é de 100 °C.

É preciso colocar as ervas dentro do forno e cobrir com um papel manteiga. A cada minuto é preciso verificar a consistência das ervas até que elas se tornem quebradiças.

Talvez seja necessário mexer nas folhas durante a secagem, utilizando uma colher grande para isso. Depois basta deixar esfriando e esperar para guardar em um pote de vidro.

Guardando as plantas

Quando elas estiverem secas, desfolhe-as e guarde as folhas em um pote de madeira ou de vidro. O pote precisa ser bem fechado e deve ser colocado em um local seco e longe da luz do sol.

Normalmente, as plantas conservam as suas propriedades por até 6 meses depois de secas. Observe se na primeira semana não há condensação por dentro do pote, caso haja, é porque a planta não está bem seca.

(Visited 21 times, 1 visits today)

Leave A Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *